quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Ato Verdadeiro


A certeza do verdadeiro amor
Essa afirmação forte, poderosa
Vem dessas noites de entrega
Do amor incondicional
Do entendimento mutuo
Da compreensão aliviadora
Do lacrimejar dos olhos
Dos suspiros, da respiração sobre a pele
O adivinhar de pensamentos
O embalar das melodias
Ainda bem que você vive
Ainda bem que nos achamos
Que sorte a nossa
Agora lembrar dos foras do passado não dói
Era tudo truque da vida pra nos unir
E eu que nem acreditava mais
Suspirava de tanta agonia
Quem sabe conquistei o tempo
Tudo acontece na hora certa
Agora eu já sei
Agora eu entendo
Entre tanta gente sem graça
Entre tanta futilidade
Surge o que eu esperava
Já andava sem esperanças
Desmotivado com o coração aos cacos
Então surge o que eu esperava
Por isso não me deixe nunca
Uso a palavra nunca, pela força que ela carrega
Tenho total noção do que peço
Com você da certo
Eu fico mais bonito
Mais esperto, mais contente
Podia estar perdido, caído por ai
Mas eu não quero, eu te quero
Com você eu sou feliz
E ninguém pode com a nossa felicidade
Agora sei que estou completo
Nosso sentimento espanta todo e qualquer olho maldoso
É tudo tão forte
É tudo tão simples
É real, é constante, é recíproco
É o verdadeiro amor...

Um comentário:

  1. Muito bom...foi p meu perfil...=]
    estou encantada com seus textos...

    ResponderExcluir