segunda-feira, 6 de julho de 2009


E ainda estamos aqui!
E que o tempo não possa guardar
Aquela magia do outro plano
Aquela realidade tocada na minha pulsação
A minha felicidade depende de você
Eu dependo de você
Que merda é essa!
Que amor é esse!
Você foi por ai, sem ter como voltar
Ando esperando por aqui sem ter como sair
A espera cansa!
O tempo que me passa
Sem ter como contar
Esquecendo de lembrar
Que eu pareço não existir
No luto que avanço ao socorro
Lutando como um louco bêbado
Fazendo referências a saudade
Que saudade eu sinto...

Um comentário:

  1. aai ju ju..
    qui lindu!!
    lindu mesmo!!
    mas vc é revoltado tb, viu.. kkkkkkkkk
    :*

    ResponderExcluir